Arquivo da tag: acessível

A Importância de um Mentor

Sempre achei a sinuca um jogo muito bonito e técnico. Trata-se de um esporte ao mesmo tempo acessível e marginalizado, justamente porque o material para a prática encontra-se em qualquer botequinho de esquina, onde bêbados cruzam seus braços sobre o balcão a espera da próxima cerveja.

Eu costumava jogar quando era mais jovem, mas depois que os compromissos da vida corporativa prevaleceram, passei somente a acompanhar a distância.

Um belo dia, um amigo de um amigo que era exímio jogador, me sugeriu colocar uma mesa em casa. Estava construindo uma área de lazer, e ele, me conseguiu uma mesa usada em excelente estado, que comprei e deixei guardada no depósito, esquecida, por um ano.

Quando a obra ficou pronta, montei a mesa, comprei as bolas e os tacos e comecei a jogar um pouco. Nem preciso dizer que este excelente jogador era quem vencia as partidas. Os efeitos, as jogadas mais técnicas e a diversão de ter amigos em casa, faziam com que minha vaidade ficasse de lado.

Praticamente um Rui Chapéu

Em 2008, tive a oportunidade de duelar com um senhor de uns setenta anos, que havia ganhado vários torneios quando mais jovem. Este prontamente me perguntou que mesa eu havia comprado, que bolas, tacos e que regras eu gostaria de jogar. Então pediu para que eu iniciasse a partida. Humilhação a vista! Lá ia eu perder para o velhinho.

Dei a saída, de forma que as bolas não se espalharam. Ele pacientemente colocou-as novamente no lugar e me disse: “Meu jovem. Quando der a primeira tacada, jogue a bola azul para a esquerda e posicione a branca para a direita”. Dei a tacada novamente e fiz como ele mandou. Começamos a jogar. Na verdade eu jogava, e ele observava.

Com seu olhar clínico, em pouco tempo notou quais eram meus erros de posicionamento, e começou a corrigi-los. Parecia magia. Com apenas algumas dicas, notei que as tacadas melhoraram muito. Tanto que em uma jogada específica, errei a bola e ele me disse: “Jovenzinho. Independente quem seja seu professor, quem esteja te ensinando, uma coisa não dá para aceitar. Você pode errar a jogada e o efeito! A bola jamais! Jamais!! Assim, como num jogo de xadrez, pense sua jogada antecipadamente, tenha calma e posicionamento”.

Seguindo suas recomendações, não errei mais a bola. E, a medida que íamos jogando, ele fazia suas observações. Fiz então uma analogia entre aquele simples jogo de sinuca e a vida corporativa.

Como seria benéfico se tivéssemos a supervisão de alguém mais experiente em nosso ambiente profissional, seja ele qual for. Alguém que tivesse bagagem, tendo passado por diversas etapas, enfrentado muitos “perrengues”, “engolido muitos sapos”, obtido muitas vitórias, alcançado muitos resultados, e que, ao mesmo tempo fosse acessível, não abrindo mão da humildade e honestidade com suas colocações.

Nossa performance seria consideravelmente melhorada, se um mentor nos ajudasse a encontrar e superar nossos pontos fracos. Com pequenos ajustes e sugerindo maneiras de superá-los, abriria novas perspectivas para nosso desenvolvimento.

O mentor nos mostra qual o caminho a percorrer.

Sei que posso melhorar muito meu jogo, tanto no campo esportivo, quanto no profissional. E você? Tem um mentor na sua vida corporativa ou vai correr o risco de ir para a caçapa?


Abaixo-assinado Contra Salários Abusivos de Políticos

Recentemente eu fiz um post a respeito da questão dos impostos aqui no Brasil, e o que o Governo faz com nosso dinheiro.

Ficar indignado, todos ficam. Mas balançar a cabeça e falar palavrões é pouco. Devemos agir de alguma forma. Mas como?

Um abaixo-assinado que está correndo na internet, faz com que possamos expressar nosso descontentamento com esta cambada de políticos ladrões e corruptos e assim, nosso poder de democracia pode ser colocado em prática. Ele é de autoria de Roger Moreira, integrante da banda Ultraje a Rigor, que canta “A Gente Somos Inútil”.

Não seja inútil, fique indignado com o texto abaixo e participe:

À Nação Internauta Brasileira

O governador e candidato a presidente José Serra nos deu uma oportunidade inédita e acredito que devamos aproveitá-la: ele agora tem um perfil no Twitter (@joseserra_) e lê pessoalmente tudo que lhe escrevem. É a primeira (e talvez única) vez que um candidato a presidente torna-se acessível de maneira direta aos seus eleitores.

Nós, internautas brasileiros, somos uma minoria do eleitorado, mas somos formadores de opinião. Em toda eleição, os candidatos costumam prometer saúde, transporte, moradia, emprego e educação. Não tem como errar, é o que todos querem. Mostram exemplos do que foi feito como a endossar suas promessas. Pouco importa se não dizem como vão conseguir isso. No final das contas, qualquer problema resume-se a uma única coisa: dinheiro. Bem, duas coisas, dinheiro e a administração desse dinheiro. E nós temos dinheiro.

Uma coisa ninguém promete e é disso que quero falar. Caso concordem comigo (e acredito que todos concordarão) peço que endossem esse abaixo-assinado e não desperdicem essa chance.

Não há nada mais humilhante e vexatório que saber que a burocracia que emperra nosso país permite que políticos, juristas, empresários e muitos outros ligados ao poder desviem nosso dinheiro para seus bolsos. Todos nós trabalhamos honestamente e gastamos de 3 a 4 meses de nosso salário com impostos. Temos que pagar por nossa condução, alimentação, viagens, empregados e tudo mais. É revoltante que políticos (principalmente) ganhem salários muito maiores do que a média da população e ainda tenham verbas para transporte, representação, viagens e o resto. Ou seja, um salário limpo mais suas despesas sobejamente cobertas. Como se não bastasse, são praticamente inatingíveis quando cometem qualquer tipo de crime. Imunidades de todo tipo, CPIs que não dão em nada, amigos no poder, etc. Além disso, não há nada que possamos fazer para mudar a situação, já que eles mesmos ditam as regras e fazem as leis, que sempre os favorecem. Só nos resta votar, de forma obrigatória. Nem anular o voto faz qualquer diferença. Aproveitando a oportunidade de ser ouvido, sugiro que iniciemos um movimento no sentido de mudar esta situação.

Governador José Serra, os abaixo-assinados queremos que inclua em sua plataforma planos de reduzir os salários destes que são (embora ninguém lembre) nossos empregados e cortar totalmente os privilégios que o resto de nós não tem. Talvez até diminuir o número de vereadores, deputados e senadores. Queremos também uma simplificação e informatização da burocracia nacional de forma a evitar desvios de dinheiro e mostrar com mais clareza os destinos de nosso dinheiro. Queremos, em suma, ser um povo civilizado e honesto, ciente de que nosso dinheiro servirá para melhorar nossa vida e nosso país e não para sustentar canalhas que deveriam estar na cadeia ou boas-vidas que não fazem nada.

Eu fiz a minha parte, assinei e estou divulgando.

Não seja inútil. Faça a sua parte.

Assine aqui: Abaixo-assinado Contra Salários Abusivos de Políticos



%d blogueiros gostam disto: