Arquivo do mês: dezembro 2010

Os números de 2010 aqui no Livre Iniciativa Blog

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Este blog está em brasa!.

Números apetitosos

Imagem de destaque

Um navio de carga médio pode transportar cerca de 4.500 contentores. Este blog foi visitado 18,000 vezes em 2010. Se cada visita fosse um contentor, o seu blog enchia cerca de 4 navios.

Em 2010, escreveu 8 novo artigo, aumentando o arquivo total do seu blog para 38 artigos. Fez upload de 12 imagens, ocupando um total de 545kb. Isso equivale a cerca de uma imagem por mês.

O dia mais movimentado do ano foi dia 20 de maio com 139 visualizações. O post mais popular este dia foi A Piada de Albert Einstein.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram administradores.com.br, dihitt.com.br, twitter.com, orkut.com.br e sedentario.org

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por robert wadlow, einstein, superação, albert einstein e et

Atrações em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

A Piada de Albert Einstein abril, 2010
3 comentários

2

Prós e Contras da Fusão Sadia-Perdigão junho, 2009
17 comentários

3

Investindo em Ações maio, 2009
2 comentários

4

A Crise Segundo Albert Einstein março, 2009
21 comentários

5

1001 Sons abril, 2009
23 comentários

Que 2011 seja mais produtivo para todos nós.

Que venham muitos outros posts!!


Aprenda com o Mestre

O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse a mão cheia de sal em um copo d’água e bebesse.
– Qual é o gosto? – perguntou o Mestre.
– Ruim. – disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago. Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago. Então o velho disse:
– Beba um pouco dessa água. Enquanto a água corria no queixo do jovem, o Mestre perguntou:
– Qual é o gosto?
– Bom! – disse o rapaz.
– Você sente o gosto do sal? – perguntou o Mestre.
– Não, disse o jovem.
O Mestre então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:
– A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está à sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu. Em outras palavras: é deixar de ser copo para tornar-se lago. Somos o que fazemos, mas somos principalmente o que fazemos para mudar o que somos.


%d blogueiros gostam disto: