Made in Brazil

Neste último final de semana, fui conferir de perto no museu Oscar Niemeyer em Curitiba, o trabalho dos irmãos paulistanos Gustavo e Otávio Pandolfo, mais conhecidos no exterior como Ose Zhe’meeose. Esta é a forma da pronúncia de sua alcunha lá fora, sei que pode estar difícil identificar quem são, mas OSGEMEOS são bastante consagrados pela crítica no exterior, isso pode ter certeza. No Brasil, eles seriam somente uns grafiteiros que emporcalham a cidade com rabiscos nos muros, não fossem exposições em importantes galerias européias e norte-americanas. É engraçado, mas para um brasileiro ter reconhecimento, é preciso que a valorização venha de fora do país. 

Em São Paulo, sua própria cidade, OSGEMEOS tiveram trabalhos apagados. Já no exterior, na mesma época, foram convidados a pintar a fachada de um importante museu em Londres e um castelo medieval na Escócia. Algumas de suas obras são avaliadas em mais de 100 mil reais. Abaixo, algumas fotos da exposição no museu de Curitiba.

snv35566

snv35564

snv35572

snv35577

Troque o importado pelo nacional e salve um emprego!

Em tempos de crise econômica e milhares de cortes em postos de trabalho, se torna cada vez mais importante que os consumidores brasileiros, passem a substituir o produto importado pelo nacional. Esta seria uma maneira de evitar que a queda do consumo, leve ao aumento do desemprego. E não é muito difícil fazer isso, temos excelentes opções que vão do setor de alimentos, do vestuário a informática. Só para citar alguns exemplos, já tive o desprazer de experimentar uma geléia francesa de mais de 10 reais, que não chegava aos pés da Ritter que é fabricada no Rio Grande do Sul. Ou, este pc que utilizo da marca Positivo, fabricado aqui no Paraná, que cumpre bem as mesmas funções que um SONY VAIO. Não podemos deixar de citar as havaianas, que é um chinelo genuinamente brasileiro que todo mundo tem em casa.

Quando compramos um bem, seja ele importado ou nacional, este dinheiro movimenta a economia do seu país de origem. É uma reação em cadeia, movimentando o crescimento do parque industrial, incentivando o comércio interno, desenvolvendo um mercado sólido, mantendo o emprego dos trabalhadores e consequentemente, fazendo com que estes recebam um salário para uso no consumo. Eu como brasileiro, quero que isto ocorra aqui no meu país. Mas a existência de empresas gringas vendendo seus produtos por aqui, não é de todo o mal. O lado positivo da concorrência com importados é que, estes forçam o aprimoramento e o aumento da qualidade, tornando também os preços mais competitivos.    

Assim, tal qual devemos priorizar as empresas brasileiras, que nos trazem progresso, também temos que “enxergar” nossos talentosos artistas, muitas vezes marginalizados.

Seja nas artes, seja na economia, devemos sempre valorizar o produto nacional!

 

Músicas ouvidas durante o postCSS – Music is My Hot Hot Sex; Art Bitch; Let’s Make Love And Listen To Death From Above; Alala; Rat Is Dead (Rage); Let’s Reggae All Night; Left Behind; Beautiful Song; How I Became Paranoid; Move.  (Destaque para todas).

Sobre decheers

Autor: Formado em Economia pela FAE Business School. Meu nome é André Marques a.k.a. Dé Cheers, nasci em 1981. Sou formado em economia pela FAE Business School. Sou torcedor do Sport Club Corinthians Paulista, o Timão. Viciado em Oasis, The Smiths e atualmente ouvindo música índie. Me considero divertido, aventureiro, criativo e mente aberta. Gosto de novidade. Não perco um episódio de LOST, sou capaz de assistir uns 10 em sequência. Comecei a acompanhar HEROES, mas já parei com a droga. No momento ENTOURAGE está no período de experiência. Me chame para ir ao teatro, mas nunca para ver Lago dos Cisnes. Odeio musicais. Durmo no cimena, por isso sou boa companhia, já que não faço comentários durante o filme. Minha empreitada no mundo da Blogosfera com o Livre Iniciativa está voltada a assuntos aleatórios como economia, fotografia, biografias, gastronomia, música, cinema, livros, e o que me der vontade. Sou muito fã do estilo Ruy Castro de escrever. Este é um blog pessoal, que expressa apenas o meu ponto de vista, sobre os diferentes assuntos aqui abordados. Um abraço e boa leitura, Dé Cheers Ver todos os artigos de decheers

22 respostas para “Made in Brazil

  • Nat Valarini

    Boa noite!

    Fico feliz em conhecer um blog novo e o melhor: um blog tão bom quanto o seu. Hoje em dia é tão mais fácil encontrar blogs sem graça que querem mostrar as mesmas piadinhas repetidas, no entato, você consegue se diferenciar e também mostrar coisas novas e inusitadas!

    Confesso que nunca tinha ouvido falar nestes artistas, gravcias por compartilhar esta informações com os leitores.

    Em tempo: Apoio a sua iniciativa. Acho super importante que as pessoas comecem a tomar mais consciencia de que depende delas também tomar atitudes para combater a crise.

    Mas boa parte do povo ainda tem a feia mania de não dar o merecido valor as coisas daqui. Uma prova disto são os trabalhos dos gêmeos, aclamados lá fora!

    Kiso

    http://garotapendurada.blogspot.com/

  • DIGAO

    tão bom quanto o blog e o post foi o cometario acima

  • A'ZaF

    Cara, muito legal…além da informação que tu passa as fotos são rox

    abraços

    http://paranoiaelucidez.blogspot.com/

  • Ziggy

    Nem sempre a nossa brasilidade é reconhecida aqui. E isso é triste. Mas que bom que há pessoas com bom senso feito você, que divulgou um trabalho tão magnífico, além de tecer reflexões que procedem bastante. Aquele axé pra ti, meu velho! Inté.

  • Maria Inez

    Legal. muito bom. acho muito importante passar a informação e é isso que você está fazendo nos post do seu blog.
    Parabéns

  • Marcus Alencar

    Sobre a sua observação a respeito do reconhecimento, ela é mais do que pertinente nesse caso, não apenas nesse mas em muitos outros também. O trabalho desses irmãos realmente é muito bom até mesmo para um leigo em arte como eu, que consegue apreciar a beleza dessas obras.

    Quanto a comprar o importado, isso talvez não seja tão dificil já que a presença desses produtos seja já tão constante em nossa vida.

  • Cilla

    Olha! Adoro CSS. hahaha
    Bom, vamos ao post.
    Nossa, imagino você prestando vestibular, o quanto seria a nota de sua redação, hein?! Meu Deus! Escreves muuuito bem, meus parabéns! Acredito que seja complicado essa substituição, principalmente para conscientizar as pessoas disto. Eu tenho que admitir que, pra mim, é dificílimo. E olha que coincidência, meu Notebook também é POSITIVO, hahaha. Mas olha, câmera digital da Sony ganha em disparada, os que têm condições, compram notebook da Apple. Etc, etc, etc!!! Maaaaaas, espero que essa crise seja apenas uma passada ruim e que vá logo embora! rs.
    Grande beijo, amei o blog!

  • Letícia

    Maravilha! Antes de mais nada amei o post sobre OsGemeos, sou de Sampa, conheço alguns grafites dos irmãos e vi a reportagem a fachada em Londres, eles são um orgulho mesmo.
    Agora, orgulho é vc convocar à sociedade a usar produto nacional em tempos de crise, parabéns, vamos fazer todos isso!
    Beijos!

  • Rozangela Melo

    Parabéns pelo post, precisamos valorizar produtos e pessoas ( no caso , osgemeos) de nosso país. Gostei da valorização apresentada por vc, nas artes. Nada mais justo que no momento de crise , valorizemos o nosso produto.
    Beijinhos!!

    http://sagadosmartins2.blogspot.com/

  • cary

    Ah, isso de o brasileiro precisar ser reconhecido lá fora para poder ganhar um reconhecimento aqui é verdade, acho que é mal de brasileiro dar mais valor para o que vem de fora mesmo, esteja falando de arte ou de produto…
    Mas sobre a exposição, eu gostei! principalmente da primeira foto, espero que venha pra sampa(se já nao veio)
    té mais !😀

  • jaummedeiros

    é um problema brasileiro isso cara, concordo plenamente em que temos que dar valor ao que é nosso, vê se os EUA aceitam que falem mal deles, ou que vc introduza costumes diferentes dos americanos, muito menos apoiam industrias estrangeiras, ve se eles querem o fabricas brasileiras lá para vender e lucrar, enquanto nós pensamos em comprar produtos importados, ir a show de artistas gringos e etc… devemos dar muito mais valor ao brasil
    parabens pelo post

  • j. c. david

    concordo com você cara, em tudo..tem que ter o reconhecimento fora, passar no fantastico, para ser reconhecido no país..é uma pena..

  • Tainá

    😉 brasileiro não sabe o que é dar valor ainda, as músicas, tudo… esse é a grande pedra no caminho… Pode-se perceber se vc conversa com alguém e pergunta o que ele faz e ele fala que é artista ou musico ja emendamos coisas do tipo: “ta… e o que mais?” “e para seu sustento?”… Parabens😉

  • Groo Veiga

    “É engraçado, mas para um brasileiro ter reconhecimento, é preciso que a valorização venha de fora do país.”

    É o nosso “complexo de vira-lata” ao qual Nélson Rodrigues se referia – aquela ingênua idéia em achar que só no exterior é que tem “coisa boa e de qualidade e que o “Brasil não presta, não vai pra frente”.

    O trabalho – muito bom, por sinal – destes artistas (OSGEMEOS) eu não conhecia. E acredito que muita gente, não. Talvez tornem-se um pouco mais reconhecidos agora, já quem fazem sucesso no exterior.

    E concordo contigo quando diz para consumir produtos nacionais. Há vinhos brasileiros que são ótimos, o setor de calçados também é muito bom, temos um pólo de informática (Ilhéus) e computadores da Positivo que não deixam nada a dever em relação à produtos de outros países, sem falar nos alimentos – aqui no Nordeste temos tantos sabores, tantos pratos, tanta coisa boa…!

    Uma coisa positiva com esta crise é que o setor do turismo aqui no país aumentou – pessoas que antes tinham como destino a Europa ou EUA agora estão viajando pelo Brasil. E olha que este país tem destinos fantásticos!

    abs e parabéns pelo blog. Muito bem escrito, equilibrado, inteligente.

  • Felipe

    Realmente, devemos valorizar a economia brasileira, mas até que ponto? Há coisas que infelizmente não dá pra suportar e a pessoa se vê obrigada a admirar os países mundo afora. O Brasil tem muitos defeitos. Amo meu país, mas infelizmente…

    http://www.centralldamusica.blogspot.com

  • Gabriel Freitas

    E aê cara, blz? Também gostei do seu blog. Bom, mas quero dizer que nosso país é pouco valorizado. Temos bons produtos e serviços nem tanto, mas mesmo assim temos que admirar o Brasil pelo que ele oferece. Se os do 1º mundo pdoem fazer produtos bons, nós também podemos. Gostaria de dizer que além das ‘havaianas’ o Guaraná Antártica e os bordados de Ibitinga são excelentes e são 100% nacionais. O que acontece é que já se criou o esteriótipo de que produto nacional é uma porcaria. Um dia isso acabará. Nós temos e talvez muito, potencial para crescermos e nossos produtos devem cada vez mais substituir os impotados (alguns são bons D+++ =]). Flws, abraço!

  • Thiago Borges

    Meu, e não sei se você conhece São Paulo. A cidade é muito feia e talvez tenha até um charme nisso. São viadutos em cima de viadutos, com prédios de 50 anos ao lado, milhões de carros, pessoas presas dentro do ônibus e nenhum verde. É uma loucura mesmo. A cidade é cinza, porque o sol não bate e a poluição é muita. E quando você passa em algum lugar e vê uma obra de algum grafiteiro, seja ele conhecido ou não, é como se a cidade ganhasse o colorido que tem uma cidade litorânea por exemplo. Mas infelizmente as pessoas ainda têm a visão de que grafite emporcalha a cidade, é coisa de marginal e muito menos pode ser chamado de arte. Colocam o grafite no mesmo patamar da pichação. O próprio prefeito acha isso e mandou tirarem as obras d’OSGEMEOS na 23 de maio que, segundo ele, não tinham autorização. É um vergonha! Será que não percebe que estamos na era da internet, da livre expressão? Enquanto o Brasil for liderado por mentes conservadoras nós vamos continuar sendo o País do futuro.

  • Morais

    É entra ai o tal do patriotismo, por que?
    Porque comprar e valorizar nossos produtos é o patriotismo, isso nos faz sermos brasileiros, comprar nossos produtos, reabastecer de nos petroleos, e não enviar dinheiro para o exterior, pois isto tbm nos afeta [FATO] ,Porque pessoas como estes artistas não são valorizadas no Brasil? de Qm é a culpa? Apenas o Governo? e vc? Nós?
    Poderia ficar horas falando, mas acho que isso é o Brasil, e até que ele e o povo mude, Não cresceremos, quanto país, abraços.

    http://maeachuquefuiabduzido.blogspot.com/

  • Fábio

    belo post

  • Daniel Moraes

    Cara, não to conseguindo comentar no ultimo post seu .-.

  • Bruno Zago

    Bom amigos, acho dificil comprarmos produtos nacionais quando os importados custam em média de 30% a 50% mais baratos, principalmente nos dias de hoje a merreca q nos brasileiros recebemos…

  • Prós e Contras da Fusão Sadia-Perdigão « Livre Iniciativa Blog

    […] em outros países. Esta mesma internacionalização faz com que além do nome da empresa, o nome do Brasil seja levado ao exterior. Passamos a ser o país do futebol, do samba e de empresas lucrativas e competitivas. Com a fusão […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: